Seção Saideira: (por Otacílio Freitas)

– Beto, aquela primeira, saideira, pra subir o morro de pedra sem usar o elevador!

Uma semana sem ouvir baboseiras daquele que está lá como presidente.  Eu, assim como meus compatriotas já estávamos, infelizmente, nos acostumando com as toleimas periódicas do cercadinho! Tenho medo que minha capacidade de indignação volte a ponto de afetar meu Figueiredo (não o general), tão parceiro aqui neste campo de batalha de trincheira de mármore e piso vermelhão. As abobrinhas proferidas diariamente pelo Capetão Seborreia ao seu plantel serviam como sedação as dores de ter um figura dessa como chefe de estado, pois ali fazia o papel de óleo quente  da própria batata, nos poupado do trabalho de denunciar aos quatro bares o que pensa, quem é e como age o Capitão Milícia. Apesar de ser triste, é aquele papo de se queimar sozinho, como aquele centroavante Nilson que jogou no Santos, deixa que a natureza marca, quando o contrato vencer ele sai e até lá fica no banco. O problema é que até lá o campeonato vai pro saco, o retrocesso é enorme e talvez irreversível a curto prazo. O fato é que o silêncio de Bolsonaro desde a prisão de Fabrício Queiroz é poético e denunciatório!

– Beto, limão com kariri e mel e outra Brahma! PF!

Calma, não é prato feito nem polícia federal, sei que na era Capetão Gripezinha, PF pode ter vários significados mas neste caso é apenas liturgia e educação ao amigo! Liturgia que nunca teve Abraham Weintraub, conhecido pelos lados da Cidade Universitária como o Rei da DP (calma! Não é Distrito policial, mas poderia ser, nem Dupla Penetração, não poderia ser, aquele cara tem uma cara de ter a chave Philips), ex-sinistro da educação, Weintraub (o nome filho da puta para pronunciar ou redigir) como se esperava foi um desastre na condução da educação, sem dúvida o pior e mais inapto ministro da área na história.

O criador do boneco Tito, já começou a peleja tirando férias antes de um ano no cargo, no meio de seu desmerecido descanso, sofreu protestos de habitantes locais. Exaltado, arrancou o microfone de uma manifestante e chamou os indígenas e seus descendentes presentes de ladrões! Para ele, Índios são ladrões das riquezas do Brasil, daí já deu para sentir o tom que a banda ia tocar. “Walter Brian” ( vou escrever essa droga de nome como eu quiser) foi apenas mais um sinistro  que seguiu a máxima do presidente, de que sem nenhum plano de governo, o negócio é tocar o bumbo à base de ódio, provocações, ofensas e absurdos, todos os elementos que elegeram o capitão e sua trupe de malucos, a vingança dos derrotados!  Mas uma hora a incapacidade cognitiva manda a conta! Walter Brauner chamou uma carga negativa para o capitão, cutucou o STF com vara curtíssima, os magistrados se uniram como a tempos não se via e foram pra cima, com tudo, do capetão mijair e seus comparsas, inclusive o Queiroz! Não houve alternativa para o capetão pandemia que não mandar o bobalhão para bem longe.  Whatsbraine picou a mula foragido, com passaporte diplomático ao qual não teria mais direito por ter sido exonerado do cargo que num mundo real jamais teria assumido, não sem antes cometer o que ao meu ver, só posso classificar a última vingança sadista. Revogou o plano de inclusão de negros, indígenas e pessoas com deficiência em mestrados e doutorados públicos. Felizmente, a portaria foi prontamente anulada pelo MEC através do ministro interino da pasta Antonio Paulo Vogel de Medeiros. Abrão Waterloo foi indicado pelo capitão hemorroida para tentar falir o Banco Mundial, assim como fez com o Votorantim no passado. Se os membros do banco serão loucos ou não de aceitar a indicação é papo para outra cerveja mas para todos os efeitos, Ibraim Richthofen está safo, por hora, do inquérito sobre Racismo, folagido!  Enquanto o imbróglio não se define, Ibra Waththefuck  caiu pra cima,  assim como Marco Aurélio Catanhende (personagem de Reginaldo Faria na novela Vale Tudo de 1988) e rumou para o norte mandando uma banana para os brasileiros. Por outro lado a prisão de Queiroz, jogou água no chopp da tentativa do capetão de reconciliar-se com o centrão e o STF.

-Falando em água e chopp , Beto, mais uma Brahma, pode colocar aí enquanto vou dar uma mijada! Quero aproveitar enquanto a água do seu digníssimo toalete ainda é pública! Eu lavo as mãos!

Num ato cretino e vergonhoso o Congresso nacional vota em regime de urgência e aprova a privatização da água no Brasil, cujo projeto, travestido de benfeitoria e preocupação com saneamento básico, tem como relator Tasso Jereissati, ex- presidente nacional do PSDB e curiosamente, acionista da Coca-Cola. O liberalismo chegou às fontes, rios e afluentes! A ideia de tratar água, elemento fundamental para a manutenção da vida humana como commodity, traz ônus incalculáveis à maioria dos municípios brasileiros pois, aplicada a lei da oferta e demanda, como ficaria a comercialização dela em municípios com menor número de habitantes? Qual o preço disso para essas localidades? E qual interesse teria grandes corporações em investir em saneamento em lugares mais remotos, fora do eixo sudeste, onde o consumo é absurdamente menor? Cursos d’água sendo alterados não de acordo com as necessidade populacionais, mas de acordo com interesses comerciais. Um crime contra a vida! Mais um! Ainda mais se tratando de um dos países com maiores recursos hídricos do mundo! Querem menos Estado em suas vidas?  Então segurem essa trolha! Sem cuspir pra economizar saliva!

-Otacílio, vamos falar de coisa boa? diz aí, qual seu palpite para a próxima rodada do Cariocão?

– Beto, mas desde quando futebol vem sendo coisa boa? Além de nessa pandemia ter ficada escancarada sua infinita inutilidade perante a vida humana, não sei mais distinguir o que são VT’s ou o que são jogos atuais de frações de campeonatos esquizofrênicos! Semana passada assisti um Glorioso Portuguesa da Ilha do Governador 0 x 0 Boa Vista!

– Ah vai! O bispo liberou geral! Diz que vai ter Fla x Flu, transmitido pela Record, porque a Globo é coisa do capeta!

Que coisa, pensei que a rebeldia  do Flamengo com a Globo era lobby com o pretenso patrocínio da Amazon, mas não parece que jogos do Flamengo serão transmitido pela Nasa; afinal, até os Marcianos querem ver o gênio Gabigol jogar! Flamengo não é mais coisa dessa terra! Mas não, a Amazon caiu. Afinal, quem é a Amazon perto desse time jamais visto na história da humanidade? O lobby da MP que altera a lei Pelé para garantir o direito de transmissão para os mandantes dos jogos é puro conchavo do Landim com o Capetão Cloroquina. Será que ninguém se atentou que o contrato vigente (e já pago) terá que ser cumprido assim como reza a Constituição? Bom essa gente não ta muito aí pra Constituição! Que saudade do vovô sobral! O fato é que o Flamengo está apostando todas as fichas na sua aproximação com o governo federal. Vão morrer abraçados. Quem não pensa no produto como o todo, no caso do futebol os produtos são os campeonatos, tende a quebrar a cara. Com o campeonato enfraquecido, o Flamengo pode até disparar e ter contratos de transmissão com Plutão, mas é questão de tempo para o desinteresse prevalecer e desvalorizar o produto, com o produto valendo menos sua moeda de troca vai valer menos  também. A não ser que o Flamengo faça um acordo para jogar a NBA! Até o Eurico Miranda que era maluco pra caramba e inimigo declarado da Globo, era cauteloso pra caramba na hora do embate sobre direitos de transmissão. Na Globo, o produto já é estabelecido, sem contar na promoção que faz disso, como faz de uma novela ou qualquer programa da grade. Se não há um craque eles criam um gênio. Me parece que esse Flamengo de 2019 deve muito aos Marinhos,  nesse sentido, assim como o clube como instituição deve muito do seu maior patrimônio (sua torcida) a forma tendenciosa que o grupo tratou o clube nas últimas cinco décadas.  O fato é que a diretoria do Landim crê cegamente no liberalismo econômico,  que sempre se mostra pífio, especialmente em países grandes e pobres.  A ideia do “chora menos quem pode mais” não funciona quando você precisa de concorrência para se valorizar. Quanto à mensagem que a instituição passa para a sociedade, não preciso nem comentar. Cagando e andando como bons capitalistas cagões!

-Beto, falando em concorrência lembrei de um paralelo feito por uma amiga. Manda mais uma aí só porque tem a ver.

A briga do Itaú com a XP parece a minha com a Ambev!  Poderiam chamar o Luciano Huck para fazer a conciliação e já emendar sua campanha política! “Huck o homem que concilia o capital e pode derrotar o capetão”!

Estou ligadinho na série sobre o João de Deus! Religioso, político e miliciano! Tenho medo daquele que está lá como presidente assistir e resolver nomeá-lo para algum ministério. O perfil do cabra é aderente!  Pra quem criou um ministério para o genro do Silvio Santos, não me surpreenderia surgir aí o “Ministério de Deus”, uma dobradinha João x Damares, com curas espirituais numa goiabeira de plástico instaladas em todos os shoppings centers do país! O plantel do cercadinho ia fazer fila! É melhor não dar ideia!

-Betinho, põe um fardinho pra viagem que domingo quero ver a live do meu Império Serrano! Pendura no prego a de hoje que eu pago amanhã, eu juro, a juros que prometo!

Otacílio Freitas, um bebum de responsa!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s