Saudação patriótica aos brazileiros

“O Brazil não conhece o Brasil
O Brasil nunca foi ao Brazil”
(Querelas do Brasil – Aldir Blanc)

Obs: Este texto foi escrito para ser lido ao mesmo tempo que se ouve Querelas do Brasil na versão da Elis Regina (ao vivo). O tempo de leitura estimado é o mesmo (3m:49s).

Há alguns anos, principalmente desde 2013, ser patriota voltou a ter valor nas discussões do dia a dia. Para ajudar você, patriota, dou aqui alguns argumentos adicionais para lacrar em qualquer conversa.

Vamos começar pelo campo da música, onde todo grande patriota costuma versar domínio ímpar. Você pode continuar dizendo “a música que se faz hoje no Brazil é uma vergonha, como por exemplo o funk carioca”, e que o verdadeiro funk era feito por Gerson King Combo….opa…Quem?? Sim meu caro ufanista que costuma dizer James Brown, temos funkeiros de raiz por aqui também, ouça. Mas em matéria de guitarristas nós somos uma grande infâmia, grandes guitarristas mesmo são os americanos: Jimi Hendrix, Van Halen, Andreas Kisser, Lanny Gordon……epa!!! Mas o Andreas e o Lanny são brasucas….isso mesmo meu brazileiro e na lista da Rolling Stones, você agora pode ser patriótico para dizer mal dos brasilianos. Contudo em matéria de violão ninguém toca mais que o Eric Clapton, veja como a obra dele é vasta, eclética, respeitada e estudada no mundo inteiro. Agora eu proponho que você troque Eric Clapton por: João Bosco, Baden Powell, Toquinho, Garoto, Dilermando Reis, Luis Bonfa, Djavan, etc….nesta brincadeira poderíamos encher ao menos 8 páginas só com nomes.

Mas a dramaturgia brazileira é um problema né…..como podemos destilar nosso conhecimento desta arte sem citar por exemplo Woody Allen e sua criatividade e capacidade de retratar nossa realidade de tão bela e precisa forma? Vou te ajudar, caraíba, a ter um dramaturgo extremamente inteligente e conservador (ou reacionário?) para chamar de seu: cite Nelson Rodrigues. Caso você não conheça sua obra, não tem problema, leia ao menos uns pequenos contos de “A vida como ela é” e você já se sentira pronto para abordar a dramaturgia como uma arte brazileira também. Mas, caso queira um dramaturgo brasileiro moderno e inovador, certamente você se lembrará de citar Ariano Suassuna, afinal estamos conversando entre grandes patriotas né.

Para aqueles brazileiros que são ávidos leitores certamente as referências na literatura passam por James Joyce com sua riqueza de pesquisas embutidas nas obras, seu refinamento intelectual e principalmente a grande ousadia linguística de obras como Ulisses e Finnegans Wake. Mais uma vez estou aqui para ajudá-los anhangueras, neste capítulo você poderá falar sobre João Guimarães Rosa usando os mesmos adjetivos acima, adicionando o epíteto: “e é brasileiro, hein!”. Mas como falar de escritores que se comparem a Albert Camus, Ernest Hemingway, Honoré de Balzac, Thomas Mann, Robert Musil…..? Troque os nomes acima por João Antonio (quem? Pesquise patriota, pesquise), Campos Carvalho, Clarice Linspector, Machado de Assis, João Ubaldo Ribeiro….mais uma vez a lista é infinda.

E os brazileiros que tem sensibilidade intelectual aguçada e apreciam a grande poesia? Vou ser sucinto: Walt Whitman muda para João Cabral de Melo Neto (sim você pode deixar de citar Folhas de Relva e debater sobre Morte e Vida Severina), Rimbaud por Catulo da Paixão Cearense, Ande Gide por Cecilia Meireles, Mallarmé por Vinicius de Moraes, Baudelaire por Cora Coralina. E, por acaso, podemos valorizar a grande literatura da vida real? Aquela que usa dos pequenos desafios do cotidiano circunscritos às grandes tragédias da humanidade para escancarar como estamos longe de uma sociedade realmente civilizada, como Anne Frank e seu diário?? Sim meu compatriota, pode e deve, mas com certeza você é grande conhecedor de Carolina Maria de Jesus.

Mas reconheço que fica difícil falar em literatura sem um prêmio Nobel, então meu caro brazileiro que acompanha este ingrato assunto, quando estiver ouvindo Bob Dylan e reconhecendo suas imensas qualidades como letrista que lhe renderam este prêmio e precisar debater seriamente este tema com alguém, pergunte ao ser que pouco conhece esse nosso Brazil se, pelas mesmas qualidades usadas pela academia sueca, o Nobel não deveria ter sido dado ao Aldir Blanc, Paulo Cesar Pinheiro ou Chico Buarque.

“SABIA!! SABIA!!! EU SABIA!!! Falou do Chico Buarque, é claro que quem escreveu este texto é um comunista pedófilo e antropófago” – Calma lá my friend brazileiro!! Mas já que entramos na seara política vou te ajudar a esculhambar essa corja de brasileiros que esta matando o Brazil!!! Essa corja que ama governantes populistas, que colocam a ideologia acima do país, que emprobrecem ainda mais a nação….você não precisará mais dizer que não quer um Hugo Chaves ou Nicolas Maduro no poder!!

Estamos numa terra em que tudo que se planta, dá! E suas sementes patrióticas brazileiras frutificaram!!

No Brazil dos 300 (mil) você tem Bolsonaro.

“O Brazil não merece o Brasil
O Brazil ta matando o Brasil”



Guilherme Lie 23/03/2021

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s