Adoniran, Nelson Cavaquinho e Cartola, os três primeiros e inesquecíveis golaços de Pelão.

(Seção Zumbidos)
Pelão se foi nesta quarta-feira, 01/09/2021, mas seu legado para a música brasileira está registrado no mais alto escalão. Replicamos aqui parte do capítulo “Cartola, aos 65 anos” do livro Discos Marcus Pereira: uma história musical do Brasil, de André Picolotto, lançado pela editora Flor Amorosa em 2019.